Notícias

Planejamento estratégico de propriedades rurais

04/09/2015 Planejamento estratégico de propriedades rurais

Com um planejamento estratégico eficiente, o produtor rural toma decisões que resultam em vantagem competitiva e, consequentemente, lucratividade. É importante que ele conheça uma infinidade de fatores e condições, como clima, solo, vegetação, aspecto socioeconômico da região, mercado, tendências, clientes, produtos, patrimônio, entre outros.

Assim, podemos dizer que o planejamento estratégico é a base do conhecimento e do gerenciamento eficiente nas propriedades rurais, pois permite a definição de metas de produção, a partir do conhecimento geral da propriedade, de forma a evidenciar os pontos positivos e negativos desta, bem como os meios eficazes de gerenciá-la.

Planejamento estratégico

Planejar significa projetar um trabalho, serviço ou empreendimento mais complexo. É a determinação dos objetivos ou metas de um empreendimento, como também a coordenação de meios e recursos para atingi-los. O professor Doutor João Luiz Lani, coordenador do curso Planejamento Estratégico de Propriedades Rurais, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas, afirma que, no meio rural, tal planejamento é o ato de conhecer as características ambientais da propriedade, tomando o solo como elemento estratificado de ambientes, dando a este o uso mais adequado.

Passo a passo do planejamento estratégico

Para se fazer um planejamento estratégico eficiente, o produtor deve ter em mente seis fases sequenciais e interligadas, a saber:

1° passo: escolha das atividades

Para iniciar o planejamento, o produtor deve saber primeiro onde quer chegar. Ele deve conhecer todas as tendências de mercado, para definir claramente quais serão as atividades nas quais irá atuar.

2° passo: diagnóstico

No diagnóstico geral da propriedade, deve conter uma identificação das classes de solos, tipologias florestais e qualidade da água existente

O produtor deve fazer um diagnóstico geral da propriedade, a fim de conhecer profundamente a sua área de trabalho; feito tal diagnóstico e já sabendo quais são suas restrições e possibilidades, ele deve definir a missão de sua propriedade rural. Deve constar nesse diagnóstico os seguintes itens:
- levantamento planialtimétrico, identificando os principais usos da terra e as construções já existentes;
- identificação das classes de solos e as tipologias florestais;
- avaliação da qualidade da água existente na propriedade.

3° passo: missão

O terceiro passo é responsável por definir o núcleo central do empreendimento e nortear as atividades, de forma a mostrar qual o caminho a ser seguido para atingir os objetivos do produtor. A missão deve ser clara e sintetizar tudo aquilo que se pretende com a empresa rural.

4° passo: vantagens competitivas

Nesse passo, o produtor vai realizar uma análise criteriosa para identificar as vantagens e desvantagens que a sua empresa rural possui.

5° passo: projetos

Para elaborar os projetos de execução, o produtor necessita de todas as informações de sua propriedade e do contexto socioeconômico regional. Com todas as informações disponíveis, elaboram-se os projetos de infraestrutura geral e de cada unidade necessária ao empreendimento.

6° passo: gestão

O sistema organizacional e administrativo é definido a partir do estabelecimento dos setores, do pessoal e das bases comerciais, que devem estar associadas à gestão da informação. A empresa rural deve concentrar o seu foco em uma ou duas atividades, pois o aumento do número destas ocasiona em uma divisão natural de esforços que, por consequência, diminui a capacidade produtiva.

Compartilhe com seus amigos

Voltar

Informações

Rua Franscisco Galvan – 356, Sala 01 - Centro – Sananduva/RS, Cep: 99840-000
E-mail: contabil@rufattocontabilidade.com.br
Telefone: (54) 3343-2379 - 9910-3195

Contato Rápido